quinta-feira

La chiropratique tur


           
      A quiropraxia não veio a turismo no ciclismo mundial, ela foi requisitada pelos atletas. Fato este que normalmente aprecio nas demais modalidades do mundo desportivo, onde os clubes, as equipes, os times e as associações relutam em contratar um profissional qualificado para cuidar da saúde de seus atletas por vezes questões financeiras outras por questões culturais, mas então os atletas começam solicitar ou promover a presença deles principalmente, em períodos de competições importantes. A quiropraxia entre os atletas é muito bem vista, eles adoram, tem a certeza de que ela os beneficia na performance, prevenção e reabilitação de lesões.
          Como atua a quiropraxia no ciclismo mundial? Vamos acompanhar relatos, histórias e parcerias de sucesso.
     Lembre-se, a experiência diz: Atrás de cada grande campeão tem um quiropraxista!

   

            “Ele é parte médico, parte guru, parte curandeiro... nós acreditamos que Jeff poderia resolver todos nossos problemas... Enquanto ele nos ajusta fisicamente, ele também nos ajusta mentalmente." é o que relata Lance Armstrong, um dos maiores ciclistas da história e 7 vezes campeão do Tour de France sobre o quiropraxista da equipe RadioShack, Dr. Jeffrey Spencer.

            Esta situação não é exclusiva de Lance, pois outros ciclistas a nível mundial e não exclusivamente no Tour de France adicionaram quiropraxia ao seu trabalho. Nomes como Christian Vande Velde, Bradley Wiggins, Dan Lloyd e David Millar são alguns deles.           
                 A equipe Gamin-Cervélo também aderiu aos cuidados quiropráticos e em 2008 contratou o quiropraxista Matt Rabin para acompanhar a equipe.
      
      Christian Vande Velde relatou “desde que encontrei Matt em 2006 eu tenho seguido suas orientações. Ele mudou a disponibilidade do meu conjunto, sobre o que um quiropraxista deve realizar. Isto é uma coisa que definitivamente você vai querer na sua comissão.”
        

             Para Matt “muitos ciclistas que ele conhece não estão correndo a 100% de suas capacidades e sim a 70, 80 ou 90% de seu potencial, é somente uma questão de cortar caminhos e colocar ordem em seu corpo. Muitos ciclistas nunca trabalharam com um quiropraxista e isto pode produzir uma grande diferença em como eles se sentem e na performance.”

            David Millar foi um caso interessante, expressou que muitas vezes teve desconfiança no trabalho da quiropraxia e tinha receio pelo que ouvia. Um dia na casa de Vande Velde durante um atendimento de rotina do quiropraxista Matt Rabin, o ciclista David Millar se perguntou: - porque não? Conversou com Matt sobre a possibilidade de seu atendimento naquele momento e Matt concordou. “Comentei a ele que naquele momento nada estava me aborrecendo e Matt me ensinou que não era necessário para corrigir algo que tivesse errado, mas sim para que eu fizesse as coisas melhores.”


     

        Dan Lloyd em seu contato com a quiropraxia reproduziu “a quiropraxia tornou-me mais eficiente. Eu conheço Matt muito bem, muitas vezes ele aparece em algumas corridas e atletas de outras equipes vêm até ele solicitar suas orientações.”




            Quando se fala no ciclista Lance Armstrong anexado vem o nome de Jeffrey, no qual proporcionou os cuidados quiropráticos durante todas etapas na equipe em que o ciclista atuava, atualmente na equipe RadioShack não é diferente. Já veterano no Tour esteve presente 9 vezes, 8 delas esteve ao lado de Lance e dos outros atletas da equipe. Com uma fala mansa e aperto de mão firme, hoje reside na Califórnia, mas já foi membro do time olímpico de ciclismo norte americano em 1972 e em 2004 eleito o quiropraxista esportivo internacional. Durante 9x no Tour de France trabalhou junto de Johan Bruyneel (9x vencedor do Tour de France como diretor esportivo), atuou também com outros atletas e diferentes modalidades desportivas como na PGA, WTA, NASCAR, NFL, MLB, Fórmula 1 e MotoCross.

            “Você não pode alcunhar-se” disse Jeff, normalmente o apelido lhe é dado pelos atributos físicos ou habilidades. Conhecido como “Dr. Mágica” o quiropraxista Jeffrey Spencer adquiriu este apelido pelos atletas do Tour de France devido sua capacidade de conseguir manter estes atletas de alto nível com desempenho máximo durante o acompanhamento nas etapas do Tour.

           


            Jeff menciona que sobre a quiropraxia para Lance: durante seu tempo juntos eles nunca falam sobre ciclismo. "Nós lidamos com os problemas físicos associados a ela, mas não sobre isso. Falamos sobre tudo o resto", incluindo a filosofia. Adiciona “Nós só fazemos o que for necessário", diz Jeff. "Não menos. Não mais." Durante o evento competitivo do Tour Lance é ajustado duas vezes por dia.

O trabalho dele como quiropraxista na equipe e com Lance é otimizar o componente esquelético da sua formação e, em caso de acidente, minimizar o tempo de reabilitação e levá-los de volta na corrida o mais rápido possível.

                "É realmente uma honra para assistir a uma pessoa fazer história diante de seus olhos. É ainda mais legal de ver, sabendo que eu gasto um tempo com ele todo dia batendo, puxando, apertando e cutucando nele!" - Dr. Jeff

          
          Jeff acredita firmemente que todos nós somos vencedores nascido. Sua experiência mostra que cada um de nós nasce com talentos inatos altamente individualizados que, quando devidamente cultivada cria uma vida de paixão, propósito, produtividade, prosperidade.

         Dr. Mágica além de ajustar a coluna vertebral e extremidade proporciona na sua abordagem clínica como uma “caixa de ferramenta profunda” para atender seus pacientes e mantê-los 100%. E está caixa de ferramenta que curiosamente proporciona resultados tanto em pacientes atletas de alto nível quanto em pacientes de clínicas não atletas.


           Durante as etapas do Tour de France, Jeff fica 24 h de plantão, desperta às 6 da manhã e dorme pelas 2 da madrugada. Para ele ”um time é um time, cada um é fundamental para o sucesso da equipe Radioshack. Durante o trabalho nas etapas do Tour nem imagino minha localização geográfica na França, tamanho meu foco em fazer o melhor para tratar os atletas e mantê-los 100%.”

 Comentários Dr. Heer:
Muitas celebridades e atletas profissionais utilizam o tratamento quiroprático como parte integrante do seu regime de saúde. Não só eles conseguem "afinar" o seu desempenho, mas também garantir a saúde optimal, mantendo o alinhamento da coluna apropriado. Estas pessoas podem gastar seu dinheiro na saúde com o melhor  disponível - é por isso que eles escolhem quiropraxia!

O que pode ser novidade para muitos que não estão cientes das maravilhas da quiropraxia, é apenas mais um dia em sua vida de milagres. Obrigado por cuidar dos nossos atletas. 

Atrás de cada grande campeão tem um quiropraxista!


.

.

.

.

  © Blogger template ProBlogger Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP